• Laura Machado

RESENHA: À Procura de Audrey (KINSELLA, Sophie)


Sinopse: Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.

Minhas notas sempre dependem da proposta do livro. Só porque eu dei quatro estrelas para dois livros diferentes, não significa que eles estão no mesmo nível. Quando um livro é mais fácil de escrever, tem uma história menos complexa, o autor não precisa de muito para ganhar quatro ou cinco estrelas minhas.


É esse o caso com este livro. A proposta era simples, falar da recuperação de uma garota de 14 anos. Eu não esperava uma obra-prima, só um livro divertido, que mostrasse o lado de alguém ainda sensível para o mundo 'lá fora'. E foi exatamente isso! A Audrey é bastante engraçada, bem sarcástica, a narração tem tom adolescente de verdade e eu achei toda a história fofa!


O livro é contado pelo ponto de vista dela, que recentemente passou por um momento traumático e agora se recusa a tirar os óculos escuros, mesmo dentro de casa. É seu jeito de lidar com sua ansiedade.


Algumas pessoas que criticaram disseram que os problemas dela pareceram leves demais. Mas, na verdade, este livro começa em um momento em que a Audrey já passou pela maior parte das coisas ruins. Além do mais, acho que o interesse dela de conhecer alguém novo é o que fez ela tentar mais melhorar. Mas o ponto alto da recuperação dela para mim ainda foi a terapeuta.


E aí vem uma das partes que eu acho que o livro poderia melhorar. Eu queria que tivesse mais cenas com a terapeuta, que ela tivesse mais epifanias com a doutora. Além do mais, a partir do momento em que as coisas começam a melhorar de vez, a história dá um 'salto'. Passam semanas entre dois capítulos. E eu achei que essa parte foi corrida, ainda mais que o resto voltou ao ritmo anterior. O livro tem menos de 300 páginas, podia ter passado mais umas vinte ou cinquenta para explorar essa parte melhor.



Minha nota é quatro, por ter cumprido o que prometeu quase perfeitamente.


De qualquer jeito, li em um dia e vou comprar para uma amiga de presente. Achei leve, divertido, fofo e sensível, além de que acredito que possa fazer muita garota de 14 anos (ou mais - ou menos) se sentir menos sozinha quando tem experiências parecidas com a da Audrey! Recomendo!

#resenhas #livros #resenhasdelivros #sophiekinsella

20 visualizações

© Design de Laura Machado | Criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now