• Laura Machado

RESENHA: The Thousandth Floor (MCGEE, Katharine)


Vai ser até difícil explicar o quanto eu gostei desse livro. Mas vou tentar.


Sinopse: Nova York como você nunca viu antes. Uma torre de mil andares se esticando pelo céu. Uma visão brilhante do futuro, onde tudo é possível - se você quiser o suficiente. Bem-vindo a Manhattan, 2118.

Mil anos no futuro, Nova York é uma cidade de inovação e sonhos. Mas as pessoas nunca mudam: todos querem alguma coisa...e todos têm algo a perder.

Por trás de sua aparência impecável, LEDA COLE guarda um vício secreto - por uma droga que ela nunca deveria ter experimentado e um garoto que ela nunca deveria ter tocado.

A vida sem preocupações e incrível de ERIS DODD-RADSON cai aos pedaços quando uma traição destrói sua família.

Um trabalho novo nos andares mais altos faz RYLIN MYERS entrar em um mundo - e um romance - que ela nunca tinha imaginado...mas será que sua nova vida irá lhe custar sua antiga?

WATT BAKRADI é um gênio da tecnlogia com um segredo: ele sabe tudo sobre todos. Mas quando é contratado para por uma das garotas dos andares de cima como seu espião, ele se encontra em uma complicada rede de mentiras.

E vivendo acima de todos eles no milésimo andar está Avery Fuller, a garota que foi geneticamente planejada para ser perfeita. A garota que parece ter tudo - mas ainda é atormentada pela única coisa que ela nunca poderia ter.


Para mim, livros só valem tanto quanto seus personagens! Já li vários de gêneros que não me atraem muito só porque ouvi dizer que os personagens eram interessantes, diferentes, cativantes. Uma das minhas trilogias favoritas foi assim. E talvez essa seja a grande razão de eu ter amado esse livro.

Ele é contado inteiro na terceira pessoa, mas cada capítulo tem o foco em um dos personagens. Acho que, por isso, logo no primeiro capítulo de cada um, eu já me apeguei completamente a eles. Todos são realmente interessantes, adolescentes, mas não imaturos, e bem diversificados. Acho que a Katharine McGee fez um ótimo trabalho usando de detalhes clichês, mas deixando os personagens mais únicos! Mesmo quando eu não concordava com várias atitudes deles (e acontecia muito, já que eu sou a pessoa mais incapaz de guardar segredos na vida, enquanto eles adoravam uma mentira), ainda não conseguia ficar irritada com eles! O lugar de 'meu favorito' mudou várias vezes, de tão interessantes que eles são! Mas agora vou dar ao Cord (que nem é um dos que têm foco em alguns capítulos).

Eu adorei a escrita, adorei as situações. O livro realmente é estilo Gossip Girl do futuro, mas com problemas mais realistas e menos sensacionalistas, o que ficou ótimo para mim! E a narrativa é extremamente viciante! Tive que me forçar a parar de ler para ir trabalhar, dormir, comer várias vezes! E fiquei bastante indecisa também, querendo continuar lendo sem parar ao mesmo tempo que não queria que o livro acabasse.


Para você ter uma ideia da torre, olha ela em comparação com outras bem famosas:


Durante o livro, você descobre que outras cidades têm suas próprias torres como essa, e uma delas é São Paulo!

Só tenho mais duas pequenas coisas que acho que preciso mencionar. Primeiro, o prólogo começa com uma morte, o que pode dar a entender que o livro vai girar em torno daquele mistério, só que ele só vem a aparecer e importar de novo no final (não que eu não tivesse tentado adivinhar quem seria o tempo todo). Não espere então que o enredo do livro seja nesse tom de suspense.

A segunda coisa que eu preciso falar é algo que vi em uma resenha antes de começar a ler. Não é exatamente spoiler, você vai descobrir logo no primeiro capítulo, mas pode parar de ler se preferir! Eu quero falar, porque é algo que só não me incomodou, porque eu já sabia. Se eu tivesse descoberto enquanto lia, teria estranhado e talvez meu próprio preconceito tivesse me impedido de aproveitar um livro tão divertido e viciante.

Aqui vai o pequeno spoiler: uma das personagens, Avery - a garota geneticamente planejada para ser perfeita, - é apaixonada pelo seu irmão adotivo. Eu normalmente detesto esse tipo de coisa, mas super entendi esse amor dela, achei até muito bem colocado durante o livro inteiro. Mas, como falei, se eu já não soubesse antes de ler, talvez tivesse preconceito o suficiente para não ver a Avery como humana, como defeitos apesar de ser aparentemente perfeita.




Indico esse livro completamente, dei nota cinco, mas queria dar vinte, e não sei como ele não é mais famoso! Estou louca agora para a continuação, The Dazzling Heights, e queria que a série fosse eterna! Mas atenção, se você ainda não leu The Thousandth Floor, nem vá ler a sinopse do segundo! Não está explícito, mas você logo vai descobrir quem é que morreu no primeiro! O segundo livro vai ser lançado em capa dura e kindle em agosto desse ano (sim, está longe demais, meu deus!).


Vou repetir, porque só de ver essa capa já fico morrendo de ansiedade: queria que a série fosse eterna, ou tivesse pelo menos uns dez livros! Nunca me cansaria dela! É bem aquele tipo de história que, mesmo se não tivesse um enredo, eu leria sem parar.

Sabe por que isso? Personagens incríveis.






O livro está sendo publicado em Portugal (pelo que eu vi, deve sair agora em junho), pelo título O Milésimo Andar, mas ainda não tem previsão para ser publicado no Brasil! A capa da versão portuguesa é essa ao lado.


Eu prefiro as capas originais, queria que tivessem mantido! Mas talvez mantenham quando forem publicar por aqui!


Se alguém já leu, quero saber o que achou! Se ainda não leu, corre, que vale muito a pena!

#resenhasdelivros #resenhas #livros #thousandthfloor

271 visualizações

© Design de Laura Machado | Criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now