• Laura Machado

RESENHA: Cidade do Fogo Celestial (Clare, Cassandra)


Sinopse:

ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando. Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.


O QUE EU ACHEI:


Eu nunca compro um livro sem procurar antes resenhas dele. Normalmente, se as pessoas em quem mais confio o criticam por coisas que me incomodam, desisto de ler. Mas existem alguns livros, às vezes algumas séries, que despertam tanto minha curiosidade, que sei que vou ler pelo menos o primeiro livro, mesmo que vá com a sensação de que vou odiar tudo. Instrumentos Mortais era uma dessas séries. Além de querer ler Peças Infernais, não podia negar que queria saber tudo que acontece nessa série também. Minha curiosidade foi o suficiente para eu comprar os seis livros de uma vez. Se não fosse por isso, talvez só tivesse comprado o primeiro livro e desistido por não ter sido nem metade tão bom quanto eu queria. Talvez tivesse desistido depois do terceiro, que foi melhor que os anteriores, mas não chegou a inspirar nada em mim. Por sorte, eu continuei dando uma chance para a história e agora nem sei explicar o quanto estou envolvida nesse universo, o quanto sempre vou ficar, e o quanto amo tanta coisa dessa série.


Antes de mais nada, quero dizer que esse livro é realmente muito bom, um último livro ideal, com problemas e soluções na medida, com várias coisas de partir o coração e várias cenas de aquecê-lo depois. Cassandra Clare fez uma coisa que eu amo e que quase nenhum autor faz: ela escreveu mais do que dez páginas de "depois de tudo". Além disso, ela me fez ficar com mais vontade ainda de ler todos - absolutamente todos - os livros desse universo, além de comprar o livro de colorir e quem sabe um colar da runa de poder angelical? Sou oficialmente parte desse universo e não quero sair mais. A escrita dela continua sendo maravilhosa, mas perdeu o cargo de favorita nesse livro. Como bom último livro da série, eu chorei bastante com esse, com certas coisas que aconteceram que pareceram arrancar meu coração de mim, mas o que mais me surpreendeu foi o quanto eu ri também! Ri de gargalhar em algumas partes, o que foi totalmente inesperado. Mas minha parte favorita foi o quanto eu percebi que adoro a interação do grupo principal, Clary, Jace, Alec, Magnus, Izzy e Simon (sim, eles sempre foram minha razão para rir). Amo todos os personagens, não só o Simon agora. Vou levá-los para sempre no coração.


Mas, claro, Simon é o melhor de todos, basicamente o amor da minha vida. Esse livro merece seu lugar na minha lista de favoritos. Essa série também, apesar de eu só ter realmente entrado nesse universo maravilhoso e começado a me importar de verdade com ele no penúltimo livro. Estou extremamente feliz de ter comprado a série toda e mal posso esperar para ler todos os outros livros shadowhunter. Quem sabe eu até arrisque a série de TV (que eu tinha achado péssima antes de ler).

#resenha #resenhadelivro #livro

0 visualização

© Design de Laura Machado | Criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now