© Design de Laura Machado | Criado com Wix.com

RESENHA (série): Victoria (itv)

November 6, 2016

  

 

 Eu já amava essa série antes mesmo de começar a assistir. Deixei a temporada inteira sair antes de ver o primeiro episódio, aguentando minha curiosidade e os comentários evasivos das minhas amigas que queriam provocá-la. Isso, porque eu sabia que, a partir do momento em que começasse, não saberia parar.


    Foi exatamente assim. Durante dois dias, eu me arrumava, comia e até dormia assistindo (e depois tinha que voltar para não perder nada). Parava de fazer tudo para ver e, ainda quando tentava fazer a unha ou até olhar no celular durante algum episódio, acabava largando tudo, porque a série não rouba simplesmente sua atenção. Ela exige sua atenção. E você a cede sem nem perceber, sem conseguir se arrepender.


    Não tem como não gostar de algo que fale da Rainha Victoria, primeira e única de seu nome, sendo coroada tão nova e reinando durante tanto tempo, durante uma época tão incrível de libertação, progresso e revolução industrial. Mas essa série poderia falar sobre qualquer pessoa, qualquer rainha em qualquer lugar do mundo e ainda mereceria cinco estrelas. Ou vinte.


    São só oito episódios de quarenta minutos (somente o primeiro tem mais de uma hora), mas você sente que viveu uma vida inteira com aquela temporada. Não só pelos problemas, suas soluções e por ver Victoria passando por momentos tão importantes da dela, mas pelo jeito que tudo é contato. Preciso decorar o nome dos roteiristas, do diretor, de quem criou, tudo. As cenas são tão maravilhosas, todo episódio tem pelo menos umas cinco de tirar o fôlego, que lhe obrigam a se agarrar ao que estiver mais próximo de você. Os ships - tem mais de um, sim! - são incríveis, apaixonantes, de deixar até um pouco tonto! Essa série é, em uma palavra, intensa. E em mais algumas, perfeita, embriagante, viciante.


    Se você ainda não viu, depois dessa resenha, precisa adiar absolutamente tudo para ir ver. Vou dar nota 5, porque é meu limite, mas que fique registrado que merecia vinte. Ou mil. Dez mil?

 

    Faz menos de uma semana que eu assisti. E já vou começar a rever agora! Passava o dia inteiro pensando nos personagens, nos acontecimentos e até em cenas específicas - mesmo depois de terminar o último episódio. Vai ser tão incrível matar as saudades já!

 

Please reload

Curta

Sobre a Autora

Laura Machado

Laura Vieira Machado nasceu em Minas Gerais em 1991. É formada em Moda pela Faculdade Santa Marcelina, de São Paulo. Fala cinco línguas e, quando tinha vinte anos, foi morar na Europa durante dez meses, alternando entre Alemanha, França e Espanha, aproveitando para visitar vários outros países e colecionar memórias inesquecíveis. Na Inglaterra, fez questão de conhecer a casa onde morou Jane Austen, uma de suas autoras preferidas. É mais viciada em café do que Elisa Pariseau. Assiste a muitas séries e não conseguiria viver sem música. É apaixonada por livros românticos e intensos. Escreve o que lhe dá vontade de ler.

Siga a Autora

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • skoob

A Princesa Escondida

Primeiro livro da série, A Princesa Escondida foi publicado em Junho de 2017 pela Editora Novo Século, com o selo Talentos da Literatura Brasileira. 

Sobre o Livro

Primeiro livro da série, A Princesa Escondida foi publicado em Junho de 2017 pela Editora Novo Século, com o selo Talentos da Literatura Brasileira. 

Para comprar,

clique aqui.

A Princesa Escondida

Você concorda? Discorda? Quer falar alguma coisa? Deixe um comentário ou me mande uma mensagem por aqui.